Blog do Cyrillo

PODEMOS. Comunicadores Marcos Trigueiro e Glácia Marillac na disputa de vereador

Notícias no Face, a mais acessada página de notícias do Facebook, terá seu capitão navegando nos mares das urnas eleitorais de novembro.

Marcos Trigueiro vem com tudo e com a força da sua popularidade nas redes sociais. A página do Facebook tem mais de 65 mil seguidores e o Instagram tem mais de 133 mil aficionados.
Glácia conquista com sua simpatia. Capacidade e desejo de mudar a nossa sociedade, ela tem. Se encarar com organização e tiver uma equipe boa, Marillac poderá surpreender.

Marcos Trigueiro, polêmico e destemido comunicador das redes sociais, disputará uma vaga de vereador de Natal. Marquito é filho de Trigueiro, famoso comerciante de rodas e pneus da cidade.

Veranista histórico da Redinha Velha, assumiu o noivado e casou com a tradicional praia. Hoje é morador de lá.

Marcos faz história à frente da mais polêmica e acessada página do Facebook em todo o RN. Seu alvo principal é o PT e os esquerdopatas de plantão que ainda resistem na grande rede.

Glácia Marillac é o outro extremo. Ela exala paz e tranquilidade. Ex-apresentadora da TV Cabugi, Glácia ganhou fama e notoriedade pela capacidade de construir ótimos textos e pela categoria na condução dos programas e reportagens que apresentava.

Glácia hoje é uma "bombada" digital influencer da grande rede. Tem mais de 12 mil seguidores no Instagram e aborda a justiça social como fio condutor das suas postagens. É uma guerreira-social.

O PODEMOS caprichou na nominata. São dois "outsiders" que poderão conquistar uma cadeira, sendo uma resposta da sociedade a alguns poucos políticos tradicionais que renovam seus mandatos pela força financeira, exclusivamente. 

Em tempo: O PODEMOS tem novidades na majoritária. Coronel Margarida, segunda suplente do Senador Styvenson Valentin, poderá compor a chapa puro-sangue com Miranda. Quem acha Afrânio um bom nome, imagina os dois juntos numa chapa. 

Margarida fez um trabalho histórico à frente do PROERD. 
Fátima Bezerra não teve coragem de indicá-la  comandante da PM, como todos apostavam. Margarida seria a primeira mulher a comandar a instituição. A governadora cedeu às costumeiras pressões.

Em tempo 2: Na chapa do PODEMOS, eu confesso, não conhecia ninguém. Nas rodas de conversas sobre as nominatas, o partido do Senador Styvenson era uma incógnita. Avaliei no escuro e afirmei, em postagem anterior, que o PODEMOS ficou sem "poder". Errei. acho que elegerá pelo menos um vereador.  
Cyrillo

Blogueiro político em busca de divulgar as verdades escondidas nos atos dos atores políticos.

1 Comentários

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem