De Macau para o mundo. A Sublime arte de Roberto Medeiros

O Brasil inteiro cabe na tela do artista plástico Roberto Medeiros. 

Por: Blog "Potiguar Arte"

Nascido em Macau/RN e radicado em Natal - a capital potiguar, Roberto Medeiros apurou o seu trabalho artístico na cidade de Curitiba, onde estudou na Escola de Pintores Impressionistas. Período em que se tornou discípulo do critico de arte alemão e artista plástico Adam Krüller. 

Amante da cultura popular nordestina e suas manifestações, o artista visual tem como referência em seu trabalho o universo cultural brasileiro.

Roberto Medeiros retrata as experiências vividas durante a sua vida, suas lembranças e referências como base de sua obra. Se utilizando de uma vasta gama de cores, formas e temas do folclore brasileiro para explodir em uma arte viva e pulsa.

O artista plástico estudou artes plásticas durante três anos em Curitiba, mas já demonstrava talento desde pequeno. “Desde criança já rabiscava, desenhava. Eu recebia o incentivo de professores.” Roberto Medeiros trabalhava anteriormente com o impressionismo e passou 12 anos trabalhando com os mais diversos estilos. Atualmente, com a arte naïf, o artista plástico conquistou colecionadores de suas obras e pessoas que acompanham seu trabalho. 

Segundo Roberto Medeiros as artes plásticas e, particularmente a arte naïf, têm em Natal um campo fértil para trabalho, pois recebe incentivos para isso. “Há pessoas que contribuem para esse tipo de arte, como Candinha Bezerra, Antônio Marques e Dácio Galvão", diz. 

A arte naïf ou arte ingênua, ou ainda arte primitiva, se caracteriza por transgredir regras básicas da arte convencional, como perspectiva e volume pelo autodidatismo dos realizadores. 

A paixão pela arte naïf é pulsante em Roberto Medeiros. “Eu gosto muito da cultura popular, do regionalismo, de retratar figuras, imagens, festas. A arte naïf cai bem nisso. Acho que me encontrei na arte naïf. Tem a ver com a minha realidade, resgatar nossas crenças, costumes, a ingenuidade do povo, a arte da terra”, revela Medeiros. 

O trabalho de Roberto já foi exposto em diversas galerias do Brasil e do exterior, como: diversas galerias do estado do Paraná, Bibilioteca Pública Francco Giglio - SC, Galeria de Arte Monalisa - PR, Museu Alfred Büfrend Portugal, São Paulo - SP, Rio de Janeiro - RJ, Aracajú - SE, Recife – PE; e em diversos países, entre eles a Polônia, Suécia, Alemanha, França, Canadá, Portugal e Itália. Além de ter obras em instituições públicas do RN, como: Capitania das Artes, Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão, Acervo da TV Rede Globo/Rio de Janeiro, Galeria Pública de Limponken Suécia, Consteletion Institution de Défense au Jeune adolescent/Suíça; Ilustrou a da capa da LISTEL (lista telefônica de Aracajú) e ilustrou cenário para a Opera nordestina na escola de música da UFRN. 

O artista Waldomiro de Deus, considerado pela crítica nacional como o Portinari da arte Naïf, em passagem por Natal, participando de uma mostra coletiva no estado, ao ver os trabalhos de Roberto Medeiros citou o seguinte texto numa folha: “Tão poético e rico de cores são os trabalhos de Roberto Medeiros, equilibradíssimo e cheio de uma alegria que nos fascina. Os seus traços nos mostram a firme destreza de um artista que brinca e passeia com seus crayons de várias tonalidades, como um raio de sol nascendo no alto das montanhas. Parabéns Roberto, do artista e admirador do seu trabalho...” 

O folclore é a influência primordial nas suas obras. Ama as cores e a riqueza variada da nossa cultura popular.


O inconfundível traço de Roberto lhe trouxe fama e o levou às telas das novelas da Rede Globo.


Paixão por tintas e livros - Tribuna do Norte
O 'Global' Roberto Medeiros, Macausense radicado em Natal, é o mais internacional dos artistas plásticos potiguares da atualidade.

Aprecie algumas obras de Roberto Medeiros.





Arte naïf é um conceito que designa artistas autodidatas que desenvolvem uma linguagem pessoal e original de expressão. Começou a chamar a atenção do mercado de arte desde que Henri Rousseau expôs no Salão dos Independentes em 1866, e desde então vem recebendo atenção crítica e ganhando novos apreciadores.


SERVIÇO:
Artes do Artista Plástico Potiguar Roberto Medeiros
Contato do Artista: (84) 99929 2007

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEMSUR. Feiras livres voltarão a funcionar nesse final de semana

Vereador de Extremoz chama diretora de escola para "trocar balas".

Fuzileiros Navais de Luto. Faleceu o Sargento Flávio Freitas