Blog do Cyrillo

Natal terá 115 quilômetros de faixas especiais para bicicletas até 2024

Foto: Alex Régis


A estrutura cicloviária de Natal está sendo ampliada. Atualmente, a cidade conta com 90 quilômetros entre ciclovias, ciclofaixas e faixas compartilhadas. Até o final de 2024, após a finalização dos projetos que estão sendo executados pela Prefeitura, os ciclistas terão à disposição mais de 115 quilômetros de áreas adequadas para pedalar de forma segura. É na Zona Norte onde estão concentrados os principais investimentos da gestão no setor. Os canteiros centrais das principais avenidas da região passarão a contar com estruturas cicloviárias.

Serão aplicados R$ 6,2 milhões na execução desse projeto que pretende aumentar em mais 15 quilômetros a malha cicloviária da capital potiguar em até 12 meses. O prefeito Álvaro Dias dará a ordem de serviço para este projeto na próxima terça-feira, dia 10. Os espaços serão instalados nas Avenidas das Cirandas; Pico do Cabugi, Florianópolis; Guararapes, Nosso Senhor do Bonfim e Itapetinga. As ciclovias serão de mão dupla e vão contar com sinalização horizontal e vertical. Além disso, serão executadas melhorias no entorno das vias para trazer mais conforto, melhorar a acessibilidade e gerar mais segurança para pedestres e ciclistas.

“As principais cidades em todo mundo estão investindo para melhorar as condições de trafegabilidade e segurança para os ciclistas. Não poderíamos deixar de fazer isso aqui em Natal. Esse é um modal de transporte alternativo muito prático, econômico, ambientalmente sustentável, traz saúde e qualidade de vida e melhora a mobilidade urbana, diminuindo o tráfego de veículos. A capital potiguar caminha para ser referência em matéria de respeito aos ciclistas”, destaca Álvaro Dias. Ainda na Zona Norte, a Prefeitura está executando a requalificação da rua Maruim, na Redinha. A via também contará com uma ciclofaixa moderna e sinalizada.

Na Zona Sul, a estrutura cicloviária será reforçada com a continuidade do projeto de modernização da avenida Praia de Ponta Negra. A ideia da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) é criar um anel cicloviário na região, alcançando a Rota do Sol, conectando as principais ruas e avenidas do bairro. Já na Zona Leste, a avenida Rio Branco, principal corredor de mobilidade da região, também passou a contar com uma ciclovia na semana passada. Esse benefício está inserido no projeto de requalificação viária que a STTU está executando na região, melhorando as condições das calçadas da avenida.

Atualmente, Natal conta com ciclovias, ciclorrotas e faixas compartilhadas em todas as regiões. Existem espaços do gênero nas avenidas Prudente de Morais, Ayrton Senna, Café Filho, Omar O´Grady, no Viaduto do Baldo, Ponte Newton Navarro, seguindo pela avenida João de Deus, no bairro de Santos Reis, pela avenida Duque de Caxias e finalizando com a conexão à ciclovia existente na avenida Rafael Fernandes (também conhecida como avenida do Contorno). Além disso, a capital potiguar possui estruturas cicloviárias na avenida Dr. Solon Miranda de Galvão, interligando a avenida Roberto Freire ao Anel Viário do Campus Universitário; Capitão-Mor Gouveia; Deodoro da Fonseca; Hermes da Fonseca e Roberto Freire.

“Essa gestão tem uma sensibilidade enorme e vem investindo na adaptação da cidade para oferecer melhores condições e segurança para os ciclistas. São avanços inegáveis e significativos. Só quem tem a ganhar com isso é a cidade. Vamos diminuir a circulação de veículos, a presença de gases poluentes oriundos da queima de combustível dos carros também será menor e a vida útil da malha viária da cidade será maior. Quando o Poder Público investe nesse tipo de política pública, incentiva cada vez mais pessoas a trocarem o carro pela bicicleta”, observa Carlos Milhor, diretor do Departamento de Engenharia de Trânsito da STTU e membro da Associação dos Ciclistas do RN.

Cyrillo

Blogueiro político em busca de divulgar as verdades escondidas nos atos dos atores políticos.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem