Blog do Cyrillo

Podcast Semanal

O prefeito do drone. Por onde anda Mateus Rudnick, o ex-amigo de Túlio Lemos?


"Macau: Prefeito é acusado de comprar Drone com dinheiro público e dar para o filho" 

Assim foi a chamada da matéria, no blog GUAMARÉ EM DIA, do dia 28 de julho de 2020, assinada pelo seu editor.

Veja a íntegra da matéria:

"Tem uma frase na política que diz que os amigos formam os piores inimigos, e isso é verdade. Mateus Rudnick ex-amigo, ex-assessor, e ex-braço direito do prefeito de Macau, Túlio Lemos, fez uma denúncia pesada e se colocou como testemunha para provar a verdade.

Mateus disse ser uma prova viva da corrupção do prefeito Túlio Lemos. Segundo o ex-assessor, ele e um lobista juntamente com o prefeito Túlio Lemos, utilizaram recursos da saúde para comprar computadores na loja Ebara em Natal, mas isso foi só uma compra de fachada, na verdade o bem que foi adquirido foi um Drone da marca Phanton.

Túlio determinou que Mateus testasse o Drone em Macau e em seguida o entregasse a sua esposa, Andrea Lemos. E assim foi feito, segundo Mateus ele testou o drone fruto de corrupção e o entregou nas mãos da primeira dama.

Segundo Mateus o Drone foi dado ao filho do casal, Samuel Lemos.

O vereador Cláudio Gia imediatamente denunciou o caso no Ministério Público de Macau, e no Ministério Público Federal. Mateus se dispôs a ser a testemunha, e a prova do caso de corrupção envolvendo o prefeito,

Segundo consta essa é a primeira das inúmeras denúncias de corrupção que o ex assessor Mateus Rudnick pode denunciar que abalam a reputação de honesto do prefeito Túlio Lemos.

Como dissemos no começo, os amigos formam os piores inimigos."

Em tempo: nada contra o ex-prefeito, mas me veio na lembrança essa acusação e, na época, a promessa de Rudnick é que ele iria fazer mais uma 100 denúncias dessas. Como terminou essa polêmica?

Em tempo 2: estive em Alto do Rodrigues, algumas vezes, no período do mandato de Túlio Lemos na cidade vizinha e as notícias eram de que o mandato e a gestão estavam nos eixos.

Em tempo 3: tenho visto Túlio tentando voltar a rotina de jornalista, mas o passado recente parece não deixar. É uma sombra gigantesca rondando sua cabeça. Uma sombra do tamanho de um caminhão/coletor de lixo.

Em tempo 4: o MP já ouviu pessoas envolvidas no caso e a ação de "procura" pelo drone está de vento em poupa. 

Em tempo 5: um amigo de Mateus Rudnick me prometeu o contato telefônico dele. Se eu conseguir, farei contato e trarei as novidades e a resposta que não quer calar: "Cadê o Drone de Macau?"

Em tempo 6: a atual gestão de Macau, capitaneada pelo médico Zé Antônio e Aladim (não é o da lâmpada), está tentando estancar o sangramento do "paciente". Uma auditoria - segundo fui informado - está quase pronta. Nem uma mágica vai fazer o ex-prefeito dormir sossegado até lá!

Cyrillo

Blogueiro político em busca de divulgar as verdades escondidas nos atos dos atores políticos.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem