Blog do Cyrillo

Programa “Aprendendo Mais” forma sua primeira turma

O programa “Aprendendo Mais”, criado pela Prefeitura de Natal, concluiu nesta segunda-feira (25) sua primeira edição, com a formatura de sua primeira turma. O prefeito Álvaro Dias recebeu uma homenagem dos alunos durante o evento, em virtude da sua gestão ter criado o programa e oportunizado a alfabetização de pessoas que não tiveram acesso ao ensino regular. A vice-prefeita Aíla Cortez também participou da solenidade.




Coordenado pela Secretaria Municipal de Educação, o “Aprendendo Mais” retoma a Educação de Jovens e Adultos (EJA) pela pedagogia do educador Paulo Freire, uma referência na alfabetização de adultos. O objetivo é enfrentar e reduzir os  índices de analfabetismo em Natal.  

Os 68 adultos e idosos alfabetizados na turma do “Aprendendo Mais” receberam seus diplomas e a confirmação de que estavam encaminhados para a próxima etapa de ensino em novas instituições. A cerimônia foi repleta de emoção diante da jornada de dois anos. 

Entre as dificuldades por conta da pandemia e o distanciamento social, foram um ano e meio de aulas remotas, através do whatsapp, e apenas cinco meses de encontros presenciais. Seis professores e dois coordenadores integraram o grupo de alfabetizadores que ministraram as aulas com suporte de gestores da SME em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte. 
 
O prefeito Álvaro Dias disse que o “Aprendendo Mais” é uma das importantes ações educacionais do município, por permitir a inclusão social e cidadania de pessoas, para que elas possam recomeçar em qualquer idade e sonhar com uma nova vida. "Nos enche de alegria e orgulho ver o sonho de vocês realizado após enfrentar uma pandemia. É uma alegria ver nascer um novo ser alfabetizado. Agora é caminhar rumo ao futuro, recuperar o tempo perdido e lutar por uma cidade alfabetizada, no acesso aos livros, à informação, ao conhecimento”, destacou ele. 

Álvaro confirmou a expansão do programa agregando outras instituições além da UFRN. “Vamos caminhar a passos largos para diminuir esses números duros de quase 8% de analfabetismo, um número alto de pessoas ainda mergulhadas na escuridão do analfabetismo”. 
Os alunos entregaram um livro de Paulo Freire e uma placa ao prefeito Álvaro Dias, pela “determinação em implementar o programa como forma de reduzir os índices de analfabetismo em Natal”. Ao receber a homenagem, o gestor lembrou o déficit histórico da educação no Brasil, e citou Paulo Freire, afirmando que “o educador se eterniza  em cada ser que educa''.

A chefe do Departamento do Ensino Fundamental EJA e coordenadora do “Aprendendo Mais”, Heloísa de Melo Cruz Alves, disse que o momento era de celebração pelos desafios e conquistas. “Todos que vivenciam a educação sabem que alfabetizar sem a presença física é muito difícil, pois a relação de educar é cuidar, pois necessitamos da empatia, amor e confiança que é estabelecida e fortalecida na sala de aula. Trazer para perto aquele que está longe, o que chega atrasado, ou o que dorme na sala. Foram quase um ano e meio longe, e essas pessoas superaram as expectativas aprendendo a ler e escrever”, disse.

O titular da Secretaria do Trabalho e Assistência Social (Semtas), Adjuto Dias, participou da cerimônia e lembrou que o momento é muito especial na vida de cada um dos concluintes pelo que tiveram de enfrentar. "Sabemos que essas pessoas têm muitas responsabilidades, trabalho, filhos, mesmo assim mostraram a força de vontade para escrever uma nova história", disse o gestor, lembrando que a Semtas segue dialogando com a população na formação profissional desses concluintes, amparando-os no desejo de aprenderem uma nova profissão através do Centro de Trabalho e Empreendedorismo que a gestão criou em setembro de 2021.

Nova etapa
O “Aprendendo Mais” funcionou em seis polos distribuídos pela cidade.  Os formandos integram as turmas do Centro Comunitário do  Leningrado, Amigos do Santarém, Escola Municipal Santos Reis Centro de Assistência Social e Sustentabilidade Comunitária, Escola Professora Zeneide Igino de Moura e Paróquia São José Operário. 
 
Com o encerramento da primeira etapa, os alunos foram encaminhados para outras escolas para dar sequência aos estudos. Caso de José Porfírio da Silva Júnior, de 28 anos, natural de Toritama-PE, que vive em Natal. Orador escolhido pela turma, Porfírio disse que adorou a experiência de aprender a ler e escrever. “Hoje eu me sinto livre, posso pegar ônibus porque sei ler e escrever. Agora eu quero fazer um curso para ser enfermeiro, maqueiro ou vigilante e já estou encaminhado para a escola Manoel Bezerra no Planalto, que será minha turma mais avançada. Espero logo arranjar um trabalho”, planeja. 

Cyrillo

Blogueiro político em busca de divulgar as verdades escondidas nos atos dos atores políticos.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem