Vereador Hermes Câmara defende ações para o segmento produtivo de Natal

Durante reunião da Comissão de Indústria, Turismo, Comércio e Empreendedorismo, Hermes destacou importância do setor

O vereador Hermes Câmara (PTB) fez uma defesa incisiva da necessidade de ações do poder público para o setor produtivo de Natal, durante reunião extraordinária da Comissão de Indústria, Turismo, Comércio e Empreendedorismo da Câmara Municipal de Natal realizada nesta quinta-feira (20 de maio). De acordo com o vereador Hermes, a crise afeta a principal indústria de Natal, que é o turismo – aliado a outros segmentos do setor produtivo.



A defesa em prol dos segmentos ocorreu durante a reunião que teve participação dos secretários municipais de turismo, Fernando Fernandes, e de tributação, Ludenilson Lopes, com o propósito de debater a crise que afeta o setor produtivo local por conta da pandemia do novo coronavírus.

“Pude registrar aos secretários minha preocupação com o quanto o setor produtivo tem sido prejudicado com a crise do coronavírus, devido as poucas contribuições do poder público para os segmentos. O turismo é a grande indústria de Natal. A gestão municipal precisa apoiar e fortalecer esse setor, que envolve toda uma cadeia”, considera o vereador Hermes.

De acordo com o vereador, sua principal preocupação é com os trabalhadores: “A necessidade em propormos a isenção de tributos e uma política fiscal diferenciada para o setor é fundamental para que os empregos possam ser mantidos. As empresas precisam de auxílio neste momento em que as vendas são baixas, as ocupações nos hotéis são mínimas, e o consumo nos bares, restaurantes e mesmo nos produtos dos ambulantes também é fraca”, afirma.



Na avaliação do vereador Hermes, o auxílio do poder público deve contemplar todos os segmentos ligados ao turismo: “O setor produtivo está preocupado. E a gente precisa ajudar esse importante pilar de sustentação do nosso município, que é o setor turístico. Isso não é ajudar só os hotéis, mas também os vendedores de ginga com tapioca na Redinha, os bares da orla de Ponta Negra, as empresas de passeios, os guias de turismo. Enfim, a todos que compõem o setor”, considera.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sargento da Marinha morre afogado em praia de Maceió

Fuzileiro Naval é encontrado morto dentro do quartel

Faleceu Jonaldo Batista, ex-árbitro de futebol do RN