Blog do Cyrillo

Covid-19: Natal inicia vacinação de pessoas soropositivas para HIV/Aids

Nesta segunda-feira (10), a Prefeitura de Natal iniciou a imunização contra Covid-19 das pessoas soropositivas que vivem com HIV/Aids. De acordo com estatísticas da secretaria municipal de Saúde (SMS), cerca de seis mil pessoas compõem esse público prioritário na cidade. A vacina administrada é a Pfizer e quem estiver apto a se vacinar (soropositivos de 18 a 59 anos, vivendo com HIV/Aids) pode se dirigir a quatro locais: Serviço de Atendimento Especializado (SAE) Natal, Ambulatório Municipal de Transsexuais e Travestis (Ambulatório TT), Policlínica Zona Norte e no Hospital Giselda Trigueiro, entre os dias 10 e 14 de maio, das 08h às 15h.



O lançamento de mais essa fase de vacinação aconteceu no Serviço de Atendimento Especializado (SAE), no Alecrim, e contou com a presença da secretária municipal Igualdade Racial (Semidh), Yara Costa, e da diretora do Departamento de Vigilância em Saúde da SMS, Juliana Araújo. A movimentação começou logo cedo e a procura pela vacina foi intensa. Apesar da grande movimentação, os atendimentos aconteceram de forma rápida e organizada. O tempo maior de espera era para a análise da documentação necessária. Nessa fase da campanha, as pessoas que vivem com HIV/Aids devem levar declaração impressa do Sistema de Controle Logístico de Medicamentos (SICLOM), comprovante de residência de Natal, cartão de vacinação e documento com foto. Além disso, é necessário não estar com sintomas gripais ou de outra infecção aguda recente para tomar a primeira dose.

Gisele Dantas era uma das mais emocionadas. Militante da causa, há 28 anos ela é soropositiva e aguardava ansiosa na fila pela chegada da sua vacinação. Na espera, ela contou que passou seis meses em casa, sem pisar na rua e agora, recebendo a primeira dose fala sobre as novas perspectivas que se abrem em sua vida: “Não tive como conter as lágrimas. Essa é uma conquista histórica para todas as pessoas com HIV/Aids. Estávamos todos apreensivos e angustiados, mas depois de muita luta e articulação chegou a nossa vez. É imensurável a minha emoção. É momento também de lembrar de todos que perderam suas vidas, aguardando a imunização. Precisamos manter todos os cuidados e continuar cobrando que a vacina chegue para todos”, destacou.

A Prefeitura de Natal mostrando o seu compromisso e cuidado com a população soropositiva que vive com HIV/Aids, autorizou a vacinação de quem tem de 18 a 59 anos e está inserido nesse público alvo: “Muitos municípios estão restringindo a aplicação por faixas etárias. Natal saiu na frente e permitiu um público alvo maior. É a sensibilidade da gestão, entendo que as pessoas que vivem nessa condição são bem mais suscetíveis e devem ter prioridade na imunização. Sempre tivemos um diálogo franco e aberto com os gestores da SMS e nessa campanha de imunização não foi diferente”, disse Marcos Belarmino, representante da Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/Aids no RN (RNPRN).

Cyrillo

Blogueiro político em busca de divulgar as verdades escondidas nos atos dos atores políticos.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem