Artigo. "2020. A morte de um povo que veste vermelho".

2020 foi um ano de brigas. Briga contra a pandemia desgraçada, contra os maus políticos, contra o desemprego e a mais dura e demorada briga: a luta contra o "povo de vermelho".

Foi um ano de batalhas ferrenhas, sangrentas e quase impossível de vencer. Foi uma guerra de intelecto, de apagar mentiras, de combater às fakenews e de desmascarar fanáticos por balbúrdias generalizadas.

Combati num exército que estava aprendendo a guerrear. Cidadãos acostumados a silenciar e somente assistir ao combate, esse ano tiveram que 'sentar praça' no batalhão do bem.

2020 jamais se apagará das nossas mentes por tudo de ruim que aconteceu, mas 2021 nos chama com a esperança da cura. Cura dos maus hábitos, maus políticos, maus homens e mulheres que insistem em pensar somente em si. Tchau, 2020! Seja bem vinda, dona Cura!

Combater ideologia corruptiva não é fácil. Os inimigos são como jovens na guerra: se alistam, aprendem a atirar, vão para o "front" e pegue "póiva" - como diz um matuto amigo meu. Eles "sentam o dedo" ao menor movimento na mata. Quer nem saber quem é, se estiver com outra farda, metem fogo. Assim foi o 2020.

Fui tachado de "bozomínio", de traidor do meu partido, de fascista e machista, de preconceituoso, me expulsaram de vários grupos e fui denunciado no diretório nacional do meu partido. 

Debatendo e retrucando postagens dos PETISTAS sobre corrupção no atual governo - que até agora não se comprovou - fui combatido, tive a vida privada exposta, pesquisaram meu nome em todas as esferas da justiça, fuçaram minha vida profissional, pediram minha cabeça ao meu antigo chefe, aos meus clientes políticos, ligaram até para Ciro Gomes pedindo minha desfiliação e expulsão do PDT, partido ao qual sou filiado.

Ora, vejam só amigos do blog: eu retrucava postagens dos PETISTAS com relação a incoerência deles ao acusar diariamente o atual governo de cometer atos de corrupção sem que nada fosse comprovado, sem indícios e sem denúncias formais nos órgãos competentes. Eu retrucava os PETISTAS sobre a incoerência deles. Nunca reclamaram ou se desculparam pelos atos de corrupção comprovadas do governo do PT e compartilhavam enlouquecidamente postagens com acusações ao novo governo.

Cobrei coerência e fui combatido com covardia. Era um atropelo. Estive num grupo de ex-alunos da ETFRN que só tinha eu pra retrucar os PETISTAS. Fui expulso na terceira postagem que fiz cobrando essa coerência, afinal trata-se de velhos amigos com média de quase 50 anos de idade. 

O batalhão da incoerência, que eu apelidei de PLANTONISTAS DA RESISTÊNCIA, são organizados pra "dedéu". Tenho um amigo da ETFRN chamado Eudes Lemos, que trabalha num desses batalhões. Ele tem que compartilhar, por dia, ao menos 10 postagens que vem do comando da resistência, lá de São Paulo. O homem é um trator. Vejam no FACEBOOK do meu amigo. É uma máquina de compartilhar.

Foram dezenas de acusações infudadas ou pelo menos apressadas que eu retruquei com os amigos do PR - Plantão da Resistência. Disseram que o Bozo matou Marielli, que os assassinos moravam na casa do miliciano, que o presidente cuspiu numa velhinha no auge da pandemia, que ele iria se lascar com as mensagens do INTERCEPT, que Moro iria derrubá-lo com as mensagens do TELEGRAM, afirmaram que o exame do BOZOMILICIANO foi falsificado, pois deu negativo, que quando deu positivo tinha falsificado também, falaram que o 'COISA RUIM' ia acabar com o Bolsa Família, depois reclamaram porque ele deu aumento, fizeram corrente nacional para que o congresso não apovasse a MP do 13º para o Bolsa Família, e tantas outras acusações pesadas para cima do novo governo.

Eu não votei no Bolsonaro no 1º turno de 2018 e não votarei em 2022. Sou Ciro Gomes de carteirinha, mas caso haja segundo turno e Ciro não vá para a batalha, jamais votarei em candidato apoiado pelo PT. Jamais! 

O ano está acabando e, graças a Deus, o nosso exército se agigantou. Ele acordou. É uma exército sem comandante, sem líder, com ordem, sem 'voz de comando', é baseado nos bons princípios de ética e moral. A nossa animação é uma só: FORA CORRUPÇÃO. Enquanto o governo federal não trapacear, e se isso ocorrer o combate for firme e certeiro, respeitarei o governo do Bozo. Petista nenhum vai ganhar no grito. Não tem um grau de moral para acusar ninguém, afinal eles ainda nos devem desculpas e bilhões de reais de volta. Nos roubaram e tentaram, em 2018, perpetuar a roubalheira com Haddad, braço forte da quadrilha vermelha que nos depenou por 16 anos.

Potanto, depois do resultado das urnas de outubro e novembro desse histórico e fatídico 2020, resta pouco para eliminarmos o "povo de vermelho" do mapa. O tiro de misericórida virá em outubro de 22, com CORONAVÍRUS ou sem ele, a batalha continua e a alça de mira dos nossos fuzís está apontada para a 'estrela da roubalheira', a estrela que está quase apagada, pois a fonte de energia, a torneira dos cofres públicos está ficando cada vez mais longe. 

Mas, o combate não terminou. Eles começaram a migrar para outras legendas. Olho neles! Já mudaram a cor das propagandas na campanha, pra mudar o nome é bem facinho. Cuidado, povo de bem. Mirem neles! Olho neles! Corram deles!

Em tempo: De 630 prefeitos eleitos em 2012, a sigla da 'estrela vermelha' passou a 256 em 2016, e 183 este ano. Ainda é o 11º partido com mais prefeitos no país. Vamos rebaixá-los ao último lugar. Essa é a nossa missão.

Em tempo 2: No RN, o "Partido da Trama", o PT, elegeu prefeito em Currais Novos, Afonso Bezerra e Galinhos, esses três municípios precisam ser vacinados. O povo ainda bebe da água "batizada" e lá, os oftalmologistas ainda não chegaram. Ajudem esse povo a se libertar. 

Em tempo 3: Eles continuam a crescer. Cuidado. Em 2016 só elegeram dois prefeitos, em Currais Novos e Ouro Branco. Cresceram 50%. Cuidado! Eles estão com a "gota serena" e a "bexiga taboca". É voto demais, cuidado!

Em tempo 4: Ao 'povo de vermelho', desejo luz. Luz vermelha. Stop, parem, acordem, iluminem-se, despertem, libertem-se dessa doença. Aproveitem a vacina e peçam a Deus (pra quem crer) perdão pelos pecados cometidos pelos seus heróis condenados e para vocês por comungarem com o pecado da gula. A gula por dinheiro público.

Em tempo 5: Ao 'povo de bem' desejo que continue com saúde, que o vírus não nos abata e que a mira esteja sempre bem treinada. Não é difícil identificar um alvo vermelho, mas os "danados" são escorregadios. Tem que acertar na alma. 

Em tempo 6: Feliz Ano Novo para Eudes Lemos, Thiago Gil, Bocão, Tia Bete, Shampoo DRT, os irmão Hamilton e Frank Hidden, Marcos Demetrius, Mestre Garrido, K.A Jr, Jorge MMA, Fiampa, Valério de Fortaleza, meninas da ETFRN, nosso desejo de saúde. Queremos vocês bem fortes para ajudar a gritar conosco, em praça pública a frase: "Bozo, Ladrão. Devolva meu bilhão"

Em tempo 7: Diferente daquele grito: "Lula, ladrão. Roubou meu coração". Né não? 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sargento da Marinha morre afogado em praia de Maceió

Fuzileiros Navais de Luto. Faleceu o Sargento Flávio Freitas

É hoje. Prefeito de Ceará Mirim vai à Barra de Maxaranguape bater na cara do prefeito Luiz Eduardo