Debandada de pré candidatos no PV

Partido Verde escorrega e perde nomes na chapa de vereador.

Primeiro foi Edson Carvalho e sua esposa Maria Carvalho. Agora, Tarcísio Costa, o Tatá. 
Edson é coordenador de campanhas eleitorais vencedoras e já foi candidato.

Maria foi candidata em 2016 e obteve quase mil votos.

Tarcísio Costa, o Tata. Indignado com a mudança nos rumos da formação da chapa.

Recebi a informação do próprio pré candidato. Ele me disse que a cúpula do partido descumpriu regras combinadas para a aceitação de novos nomes na nominata que já tinha 32 pré candidatos.

Segundo Tarcísio, não entrava nenhum vereador de mandato. Essa era uma das regras criadas pelos dirigentes do partido junto com os pretendentes ao cargo de vereador. 

"Além de nos afastar da direção do diretório municipal, que nos foi prometido no início do projeto, agora entregaram o partido em Natal para o vereador Maurício Gurgel. Isso é imoral". Disse Tarcísio Costa, o Tata. 

Tarcísio Costa é coordenador de campanhas eleitorais desde sempre, tem sua maior força eleitoral na região leste, nos bairros do Centro e Passo da Pátria. 

Tatá ainda citou cinco nomes que irão deixar a legenda, mas não vou citá-los até manter contato direto. Ouvi alguns áudios de outros pré candidatos e estavam exalando o mesmo sentimento de traição.

Acho que o vereador Maurício vai ter que construir a chapa do zero. Parece que todos que lá estão, tem o mesmo sentimento de Tarcísio, Maria e Edson Carvalho. 

A ideia do grupo era de somar, juntos, 25 mil votos, elegendo dois candidatos.

E agora, Rivaldo? Conseguirão a tempo buscar a reposição dessas peças que  sairam e os que sairão? 

Sorte ao vereador Maurício, ao meu camarada Rivaldo e ao prefeitável Carlos Alberto. 

"Verde que te quero verde" - Fagner.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEMSUR. Feiras livres voltarão a funcionar nesse final de semana

Vereador de Extremoz chama diretora de escola para "trocar balas".

Fuzileiros Navais de Luto. Faleceu o Sargento Flávio Freitas