Blog do Cyrillo

Vereadora Nina solicita instalação de ponto de recolhimento de resíduos eletrônicos na CMN



O Brasil foi o quinto país que mais produziu resíduos de equipamentos elétricos e eletrônicos em 2019. Segundo o relatório The Global E-waste Monitor 2020, os brasileiros ficaram atrás apenas da China, EUA, Índia e Japão. Ao todo, foram geradas mais de dois milhões de toneladas no ano passado, das quais menos de 3% foram recicladas. 

Preocupada com a destinação correta do material, a vereadora Nina (PDT) solicitou à URBANA a instalação de um ponto de recolhimento de lixo eletrônico na Câmara Municipal de Natal. “Os equipamentos elétricos e eletrônicos possuem diversos componentes tóxicos em suas estruturas. Se descartados de maneira incorreta, esses resíduos podem contaminar o solo e os lençóis freáticos, colocando em risco a saúde pública. Por isso, a nossa preocupação em oferecer um lugar para que seja feita a destinação correta”, destacou Nina.

O coletor já está instalado na entrada da Câmara Municipal de Natal e podem ser coletados desde secadores de cabelo, prancha de cabelo, notebook, mouses, teclados, rádios, celulares, carregadores, entre outros. Para aparelhos maiores, do tipo máquina de lavar, é necessário preencher o formulário no site natallimpaesustentavel.com.br ou pelo Ecozap, pelo número 84.99966.4010

Os coletores são preparados para receber resíduos eletroeletrônicos de pequeno porte, como:

• Linha Marrom: televisores de pequeno porte até 40” (no caso de painéis), DVD/VHS, aparelhos de som, home-theater e filmadoras.

• Linha verde: celulares, tablets, carregadores, computadores, notebooks, monitores, placas, equipamentos de rede, fios e acessórios, impressoras e scanners, além de suprimentos em pequena escala.

• Linha Azul: ferramentas elétricas e manuais, cafeteiras, fritadeiras, liquidificadores, torradeiras, secadores de cabelo e etc.

• Linha Cinza: Equipamentos elétricos

Não serão aceitos itens como lâmpadas, pilhas e baterias, sujeitos à logística reversa específica. A ação segue até o dia 30 de abril. 

Desconhecimento
A maior parte dos brasileiros (87%) já ouviu falar em lixo eletrônico, mas um terço (33%) acredita que esse lixo está relacionado ao meio digital, como spam, e-mails, fotos ou arquivos. Para outros 42% dos brasileiros lixo eletrônico são aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos quebrados e 3% acreditam que são todos os aparelhos que já viraram lixo, ou seja, apenas os que foram descartados, inclusive aqueles que acabam incorretamente em aterros ou na natureza.


Cyrillo

Blogueiro político em busca de divulgar as verdades escondidas nos atos dos atores políticos.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem