Blog do Cyrillo

Podcast Semanal

Prefeitura entrega Hotel que abrigou o Hospital de Campanha



A Prefeitura Municipal do Natal comunica à população que, em função de acordo de cessão celebrado com o Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região, irá devolver à gestão da Justiça Trabalhista, as instalações do antigo Hotel Parque da Costeira que, desde maio de 2020, vinham abrigando o Hospital Municipal de Campanha, montado pela Prefeitura, para internar e tratar pacientes infectados pela Covid-19.
 
A cessão do antigo hotel pela Justiça do Trabalho ocorreu no período mais crítico da pandemia. Havia naquele momento, demanda excessiva e pouca oferta de leitos para atendê-la, o que derivava em forte pressão sobre o sistema de saúde, tanto público como privado, notadamente as UPAs que não dispunham de estrutura adequada para atender ao grande e crescente número de pacientes. 
 
Diante desse quadro de extrema necessidade, a Prefeitura propôs e acordou com o TRT a utilização do desativado hotel para instalar o Hospital Municipal de Campanha, inicialmente aberto com 100 vagas de leitos clínicos e 20 de UTI — posteriormente, duplicados para 40 leitos de UTI.
 
Durante um ano e sete meses, o Hospital de Campanha atendeu quase 3.500 pacientes de Covid, muitos deles vindos de outros municípios do RN, e até mesmo de outros Estados, como foi o caso dos pacientes de Manaus, transferidos para cá no pior período da doença naquele Estado. O Hospital prestou um serviço de qualidade, no atendimento aos pacientes, e, acima de tudo, desempenhou um papel fundamental e inestimável para salvar inúmeras vidas, ante os riscos causados pela Covid-19.
 
O cenário atual, felizmente, é muito diferente. Natal é uma das cidades que mais avançou na vacinação com mais de 85% da população em idade de vacinação já com duas doses aplicadas. Não há hoje pacientes internados no Hospital de Campanha com Covid. Os poucos casos que ainda precisam de internação têm sido atendidos no Hospital dos Pescadores. Os índices de transmissibilidade atualmente estão em 0,65, quando o índice considerado seguro é de até 1.  
 
É, portanto, a hora reconhecidamente oportuna de procedermos a devolução das instalações do Hotel à Justiça Trabalhista, o que será feito dentro do trâmite devido. Todo o material permanente e equipamentos serão realocados para outras unidades da rede municipal. 
 
Mais oportuno ainda é o nosso reiterado e enfático agradecimento ao Tribunal Regional do Trabalho pela disponibilização do antigo Hotel Parque da Costeira, numa demonstração inequívoca de sensibilidade, solidariedade humana e de aguçado espírito público.
Cyrillo

Blogueiro político em busca de divulgar as verdades escondidas nos atos dos atores políticos.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem