Tráfico na federal. Operação da PF prende quatro estudantes da UFPB. PCC dentro da residência universitária

Na Operação Residence, a PF prendeu o estudante de Pedagogia, apontado como o 'Sintonia Geral de Gravatas', membro do PCC responsável por prestar assistência jurídica aos integrantes.

Via: www.clickpb.com.br - 

Por 


Durante a execução da Operação Residence, nesta quinta-feira (3), a Polícia Federal prendeu pelo menos quatro estudantes da Universidade Federal da Paraíba. Um deles é o estudante de Pedagogia apontado como um dos membros de maior poder do PCC na Paraíba, que já havia sido detido por tráfico em 2018, armazenando plantas e até manteiga de maconha.

O ClickPB conversou com o delegado Bruno Rodrigues, da Polícia Federal na Paraíba, o qual informou que a PF investigava o tráfico de drogas na UFPB quando descobriu a ligação do aluno com o PCC, organização criminosa de ramificação nacional e com atuação padronizada nos estados.

PF investigava o tráfico de drogas na UFPB quando descobriu a ligação do aluno com o PCC, organização criminosa de ramificação nacional e com atuação padronizada nos estados. (Foto: Walla Santos/ClickPB/Arquivo)


"A investigação tomou uma nova dimensão", informou o delegado ao ClickPB. A PF passou a investigar o braço do PCC na Paraíba. Hoje foram presos 24 alvos da investigação e cumpridos mandados de busca e apreensão para o recolhimento de provas que possam embasar a denúncia contra os detidos. Foram cumpridos mandados em João Pessoa, Campina Grande, Cajazeiras, Alhandra e Conde, além das ações executadas em outros estados do país.

Ao executar a Operação Residence, nesta quinta, para desmontar a estrutura do PCC, a Polícia Federal prendeu o estudante de Pedagogia, apontado como o 'Sintonia Geral de Gravatas', membro da organização criminosa responsável por fazer o contato com advogados e prestar assistência jurídica aos demais integrantes do PCC.

O aluno é ex-presidiário e aproveitava da condição de estudante de Pedagogia para utilizar a residência universitária para distribuir e armazenar as drogas. Era na UFPB sua "base da ação e local de armazenamento", segundo explicou o delegado ao ClickPB.

Além do 'Sintonia Geral de Gravatas', também foi capturado o 'Sintonia Final' do PCC na Paraíba, considerado o de maior poder na organização criminosa. O delegado Bruno Rodrigues também destacou ao ClickPB que em todos os estados o PCC se estrutura de forma semelhante, como no caso desses cargos ocupados pelos presos.

Entre os alunos da UFPB detidos estavam o membro do PCC, a namorada dele e outros dois estudantes. Dos quatro matriculados na universidade, apenas o aluno de Pedagogia é ligado à organização criminosa.

Os presos na Operação Residence foram encaminhados para o Centro de Triagem na Central de Polícia Civil, em João Pessoa. Eles são apontados por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

A PF apreendeu drogas em quantidade baixa. Foram encontradas porções de cocaína, maconha e drogas sintéticas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sargento da Marinha morre afogado em praia de Maceió

Fuzileiro Naval é encontrado morto dentro do quartel

Faleceu Jonaldo Batista, ex-árbitro de futebol do RN