Blog do Cyrillo

Podcast Semanal

Carlos Eduardo e Álvaro: criador contra criatura

Carlos deu à luz e agora vai ter que matar a cria

Carlos Eduardo quer ser candidato ao governo em 2022, mas falta combinar com Álvaro Dias.

O prefeito de Natal não fala nisso, mas ele já foi tudo: vice-prefeito de Caicó, deputado estadual, deputado federal, presidente da assembléia e agora goza os deleites de ser prefeito de Natal. Para os bons leitores da cena: falta o que?

Nina deve ser a indicada de CE a vice de Álvaro

Numa eventual e já esperada vitória nas urnas em outubro, acaba o interesse de Álvaro em Natal. Ele não poderá concorrer a reeleição em 2024. Sendo assim, o governo do estado será seu próximo passo.

Álvaro vai ter que se afastar de novo do seu criador Carlos Eduardo e tentará o governo do estado contra Fátima. Vai chamar Carlos pra ser seu vice ou candidato a senador. 

Carlos Eduardo quer o governo e é o nome da vez. Foi ao segundo turno contra Fátima Bezerra e perdeu. Perdeu de cabeça erguida.

Álvaro sentado na cadeira e na caneta de prefeito. Rezando para Fátima não engrenar na gestão estadual. 

Carlos Eduardo sem mandato - caso a esposa não vença em Parnamirim. Se der Andreia Ramalho na cidade Trampolim, ele está no páreo sim senhor. 

Em tempo: Carlos Eduardo não é um bom transferidor. Lembrem comigo:
a) em 2008 não elegeu Fátima prefeita. Mesmo sendo o prefeito;


Fátima deu amor em 2012, mas não recebeu em 2008.

b) não elegeu sequer sua sua vereadora, Aparecida França;


Cida França acreditou que era a candidata de CE. Decepção total.

c) em 2012 e 2016 não elegeu seu vereador, Sávio Hackradt;


Sávio foi abandonado. Confiou e se lascou. Depois da derrota, nem aproveitado na gestão ele foi.

d) em 2014 a votação do pai, Agnelo Alves foi pífia na capital. Dizem que até o velho jornalista reclamou. Perdeu para: Bispo Francisco, Jacó, Kelps, Adão Eridan, Hermano, albert Dickson e Mineiro. Quase perde pra Dagô do Forró.


Nunca vi, em capital nenhuma, um prefeito não eleger um federal e dois estaduais. Carlos conseguiu essa façanha. Nem ao pai ele deu a atenção que se esperava.

Em tempo 2: Ou Carlos Eduardo não se mexe ou não ama os amigos como é amado. Se nem para o pai ele transferiu amor, imagina para você. É, você mesmo! 

Já dizia minha avó Amélia: "Suba e desça e do amor de Carlos esqueça!"
Cyrillo

Blogueiro político em busca de divulgar as verdades escondidas nos atos dos atores políticos.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem