'ARTICULAÇÃO AIDS'. Governo de Fátima deixa pacientes de HIV vulneráveis

A ONG 'Articulação AIDS/RN' reclama a falta de ações do governo do estado e provocou a Defensoria Pública do RN, que entendeu o pleito e RECOMENDOU à Secretaria de Saúde do RN diversas providências para atender as pessoas portadoras de HIV nesse momento de Pandemia. 

Sérgio Cabral é um dos coordenadores da ONG "Articulação AIDS".


"O Governo não cumpriu, não resolveu nossas necessidades no que se refere ao atendimento das pessoas com HIV/AIDS, em todos os seus hospitais, nesse momento de COVID 19. Tivemos que acionar a defensoria pública para que nosso direito seja resguardado", falou Sérgio Cabral, coordenador executivo da ONG Articulação AIDS.



A DP-RN fez várias recomendações à Secretaria estadual de saúde, dentre elas, recomendou que sejam ofertados AUTOTESTES para HIV e para esse fim, seja disponibilizada uma unidade para pessoas em situação de maior vulnerabilidade para contrair o HIV e até cinco unidades para que estas pessoas possam disponibilizar para seus pares e ou parceiros.

Outras recomendações importantes foram feitas. "Pedimos que fosse reativado, com máxima urgência, ainda que em outra unidade hospitalar, o serviço de saúde que era prestado pelo AMBULATÓRIO TRANS do Hospital Giselda Trigueiro, é muito importante esse serviço para a manutenção da integridade física das pessoas 'trans' e para o seu pleno estado de saúde", esclareceu Sérgio.

Vaja na íntegra o ofício da Defensoria Pública do RN, através do NUDEV - Núcleo Especializado de Defesa dos Grupos Sociais Vulneráveis.







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEMSUR. Feiras livres voltarão a funcionar nesse final de semana

Vereador de Extremoz chama diretora de escola para "trocar balas".

Fuzileiros Navais de Luto. Faleceu o Sargento Flávio Freitas