Henrique Alves responde ao blog: "Verdade sempre faz bem"!

Recebi com muita surpresa o feedback de Henrique Alves sobre a matéria de hoje: "Walter Alves, o ingrato".

Henrique mandou mensagem pelo Whatsapp. Segue a íntegra do curto e direto texto: "Agradecer a generosidade e respeito nos conceitos emitidos sobre minha vida pública. E nela, por tantos desafios e momentos, justos e injustos, aprendi como viver - sem ódio e sem medo!. E com a consciência tranquila de que, em relação ao MDB de 51 anos de lutas, seu chão, teto, paredes, portas e janelas, têm as marcas de minhas mãos. Minhas e de Garibaldi. Ontem, hoje e amanhã. Questão de sentimentos, caráter, lealdade e gratidão! Obrigado e abs!

Agradeci o feedback e ele concluiu: "Obrigado, mais uma vez! Pode divulgar o q lhe mandei! Fique à vontade! Verdade sempre faz bem! Abs💚👍.
A história registrou. "Meninos não falam em mesa de gente grande", dizia meu avô, o velho Cyrillo Fernandes de Souza, lá em são Tomé.

Em tempo: Recebi dezenas de parabéns pelo texto da matéria, de várias figuras públicas de renome. O tema "Henrique Alves e ingratidão" fizeram um grande sucesso.

Em tempo 2: Vários analistas políticos conceituados, de mandato e sem mandato, fizeram questão de mandar seus cometários. Foi unânime o pensamento de que Henrique é um forte candidato, seja em que partido for.

Em tempo 3: Trabalhei com vários políticos da capital. Lembro com detalhes a correria que era nas campanhas, a busca do apoio de Henrique. O comitê dele tinha tantos carros ao redor, que dava a volta no quarteirão. E, justiça seja feita, nunca deixou um correligionário para trás. 

Em tempo 4: De Wober Júnior a Kelps Lima - aqui na capital; de Flavinho de Bom Jesus a Dr. Pinheiro em Apodi, Henrique dava a atenção que talvez eles nem merecessem.

Em tempo 5: Vi boa parte desses aí de cima e muitos outros, "negarem" Henrique em 2014. Veio a derrota e a ingratidão ascendeu aos céus. Mas, o "castigo chegou de avião" para os ingratos da história.

Em tempo 6: Kelps Lima chegou ao ápice da cara de pau em 2014. Garantiu a eleição própria no primeiro turno com um apoio financeiro oficial significante, vindo do diretório do PMDB, subiu ao palanque de Henrique e fez toda a cena teatral que precisava. No segundo turno sumiu de Henrique e liberou seu time pra votar em quem eles desejassem. Os "malas", de olho nas pesquisas, correram para o escritório de campanha de Robinson, sob o comando de João Bastos e foi aquela festa. Eu vi!

Comentários

Cássio Morais disse…
Assim mesmo: "Quem com ferro fere, com ele será ferido". A máxima Lei do Retorno. Arrumado político tem efeito dominó e risco iminente.
Dr Lucio disse…
Ex Deputado Federal Henrique Alves
Vai ser Pré Candidato pela Democracia Cristã??

Postagens mais visitadas deste blog

Sargento da Marinha morre afogado em praia de Maceió

Fuzileiros Navais de Luto. Faleceu o Sargento Flávio Freitas

Fuzileiro Naval é encontrado morto dentro do quartel