Blog do Cyrillo

CMN. Comissão cobra assistência para população vulnerável de Natal durante pandemia

Os vereadores da Comissão dos Direitos Humanos da Câmara Municipal de Natal realizaram na manhã desta segunda-feira (20), uma reunião virtual para debater se as ações da Prefeitura estão chegando às pessoas mais vulneráveis neste momento de pandemia do coronavírus (COVID-19). A transmissão ocorreu pelo perfil da vereadora Divaneide Basílio (PT) no Facebook e contou com a participação dos vereadores Ana Paula (PL) e Maurício Gurgel (PV).
Vereadores da comissão de direitos humanos interagiram com internautas ao vivo. Sugestões foram recebidas e encaminhadas.

A live contou com a participação de internautas que enviaram sugestões à comissão. "Recebemos um ofício do movimento da população de rua com algumas demandas que envolvem diferentes secretarias voltadas para a imunização dessas pessoas contra a gripe, o acolhimento em abrigos, a instalação de lavatórios e banheiros solidários. Já vamos aproveitar a presença do secretário de Saúde na Câmara nesta semana para tratar sobre a imunização. Também debatemos sobre outros públicos que estão vulneráveis nessa pandemia", destaca a presidente da comissão, vereadora Divaneide Basílio.
O vereador Maurício Gurgel, que é presidente da Frente Parlamentar em Defesa da População de Rua, sugeriu visitas aos abrigos. "Precisamos visitar as escolas e abrigos onde estão sendo atendidas estas pessoas para verificar as condições, o atendimento às atividades desenvolvidas durante a pandemia. Também temos que nos reunir com a secretária de Assistência Social para obter os detalhes desse serviço", disse.
Os parlamentares concordaram que, apesar de se tratar da saúde, o atendimento à população vulnerável passa pela  Assistência Social. Para a vereadora Ana Paula, a pasta precisa atuar de forma incisiva. "Além da distribuição de cestas básicas, há outras frentes a serem implementadas. Era necessário um trabalho da Semtas para auxiliar as pessoas que não têm acesso à internet para que consigam solicitar o auxílio emergencial do Governo Federal, por exemplo", sugeriu.
Os vereadores também lembraram a necessidade de contratação dos concursados da saúde e as condições de trabalho dos profissionais que já estão na ativa, assunto que também deve ser tratado com o secretário de saúde, George Antunes. Outras pautas, como saúde mental e violência contra a mulher serão temas para novas discussões em lives futuras, quando será apresentado o retorno dos encaminhamentos a serem feitos às secretarias. A comissão pretende, ainda, agendar visitas aos equipamentos de atendimento à população vulnerável durante a pandemia.

Via Assecom - CMN
Texto: Cláudio Oliveira
Foto: Reprodução
Cyrillo

Blogueiro político em busca de divulgar as verdades escondidas nos atos dos atores políticos.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem