Redes sociais traz fama e leva pra lama. Quer qual?

O sonho dos nossos filhos e jovens, em geral, é de ser um grande INFLUENCER nas redes sociais. Na minha juventude, meu sonho era o de ser um grande jogador de futebol, pagodeiro ou seguir uma carreira militar.

Hoje, os sonhos são outros. Estão na tela de um bom e caro celular. As crianças pedem um IPHONE aos 6 anos de idade. Eles já sabem o que é bom e caro.

Os pais dão graças a Deus, pois a criançada "se tranca" no mundo virtual e não incomodam. É o sonho dos pais dessa geração. Tenho três filhos adultos e todos estão atolados nas redes sociais a maior parte do dia. 

O filho do meu amigo de infância e adolescência, César Soanata, tirou a própria vida na manhã de ontem. O caso repercurte em nível nacional. Muitos "influenceres" reagiram e opinaram sobre a maldade/ódio de alguns internautas que fizeram comentários pejorativos e o garoto Lucas ficou mal, culminando com o suícidio. A internet traz fama e traz a lama.

A pergunta que devemos fazer é uma só: a internet só presta se nos fizer enriquecer? Nos tornar famosos e bombados de seguidores? Ela só é boa quando nossas postagens viralizam? Só querem o lado bom da internet? É, meus amigos, há dois lados em tudo. O bem e o mal andam juntos, é uma linha tênue, imperceptível. A sorte e a morte andam juntas.

Quando o famoso CREMOSINHO, lá da calorenta Caicó estourou na internet, quando a vida dele mudou, quando ele ganhou muito dinheiro, quando ele foi chamado para os mais renomados programas de TV, enfim, notaram que só tem boas coisas na vida de sucesso do nosso conterrâneo?

E quando, por força da fama, algum amigo desavisado postar algum conteúdo da vida privado do artista que cause espanto para nós, e que se com essa postagem, a carreira do rapaz despencar, os seguidores "deseguirem", os patrocinadores o abandonarem? A internet não presta? É assim?

Amigos, a internet tem dois lados. O cantor, produtor e compositor paraibano que foi flagrado agredindo a esposa foi cancelado, lembram? A mesma internet o tornou famoso e rico. Esse é o preço. 

Vejo artistas trilhardários por causa da internet reclamar da INVASÃO DA SUA VIDA PRIVADA. Ora, se a cada passo eles mesmos registram e postam. É assim: Engravidou: mostra o exame, pede aos internautas para escolher o nome da criança; foi ao médico: posta a foto da luxuosa clínica, divulga o médico (consulta de graça até o menino fazer 18 anos), tudo as custas dos SEGUIDORES.
Haters é uma palavra de origem inglesa e que significa "os que odeiam" ou "odiadores" na tradução literal para a língua portuguesa. O termo hater é bastante utilizado na internet para classificar algumas pessoas que praticam "bullying virtual" ou "cyber bullying".



De repente, a gravidez é interrompida por causas naturais, postam a notícia comovente, a internet chora junto, etc. No final de semana seguinte o casal posta uma foto em Cancum, a mesma internet se revolta, esculhamba o casal, chama eles de tudo quanto é palavrão... o casal faz um vídeo revoltado, esculhambando os "hateres" (odiadores) que criticaram e tentam denegrir suas imagens, etc. Esse é o preço. 

Se meu filho posta coisas do seu dia a dia, suas intimidades, a cada hora é uma nova postagem, contando cada passo seu, etc. Essa é a hora de chegar junto, de chamar no canto e orientar. Depois que o estrago está feito, é foda consertar. Não dá mais. O cara é cancelado e se não tiver a cabeça boa, tá lascado. 

Se meu filho ficar famoso na internet, ela é boa. Se esculacham meu filho por alguma besteira que ele publicou, a internet é uma bosta? Esse é o preço, meus irmãos.

Lembram de Gustavo Negreiros? Comprou e compra briga até hoje com os petistas e na primeira bobeira que cometeu, quase se réia. Ele deu a volta por cima e continua encarando os SAUDOSISTAS DA CORRUPÇÃO com todo o gás e coragem que Deus lhe deu, mas, se tiver o rabo preso, um dia a casa cai.

Lembram do caso do apresentador Sikera Jr? Falou besteira, exagerou nos comentários sobre os gays e se lascou. Tá se recuperando agora, aos poucos e porque teve paciência, mas vá saber o que o homem passou. Só de patrocínio, pesquisei aqui, foram mais de 600 mil, as empresas deixaram de patrocinar seu programa. A mesma coisa aconteceu com Gustavo.

Outro dia BG tava reclamando. Os petistas que são putos com o posicionamento dele levantaram a vida dos familiares dele. Sobre ele ter cargo comissionado numa casa legislativa, o irmão tem um cargo com um político, o outro irmão tava nomeado em Brasília (diziam as acusações), o gordinho sofreu para se explicar. Dizem que BG fatura mais de 200 mil só de publicidade. É o preço de ser bem sucedido e ter lado. É esse o preço.

Eliana Lima, jornalista prá lá de consagrada está sofrendo até com ameaças. Acabei de ler aqui. Um jornalista petista de carteirinha ameaçou, chamou de safada, e a persegue diariamente com comentários pesadíssimos. E tem quem acompanhe o covarde, viu? Não é só ele não. Isso é o preço de ter lado e opinião. 

Thaisa Galvão tem lado político e sofre com comentários mal educados e muitas vezes preconceituosos. É o preço, amigos. Se você está disposto a correr o risco, vá pras redes sociais e emita sua opinião política. Segure a enxurrada de críticas que virá e cuide para não cometer erros visívels.

A internet lhe oferece a fama e a lama. Tem coragem de encarar? Se sim, venha preparado. Se cometer um erro qualquer, será julgado. Guarde um pedaço do dinheiro que acumula com a fama, para quando precisar, lhe tirar da lama. As vezes o cancelamento é pra sempre.

Em tempo: Dê amor, esteja perto, cuide, acarinhe, jogue bola junto, faça tarefas escolares com eles, faça cóssegas, se suje na lama com eles, dê-lhes um tapão no "pé da urêia" se eles merecerem, grite e mande calarem a boca quando responderem os mais velhos, ponham eles no lugar de crianças/jovens que são, cobrem seus desempenhos escolares, seja em qual escola for, coloque eles em seus lugares, eduque-os... não deixe a surpresa lhes atacar. 

Em tempo 2: Quando um filho disser que sente falta da suas presenças, corra pra perto, leve ele pra sua casa, caso não morem juntos, chame pra perto, leve para o trabalho, para o show, pra casa do seu companheiro(a), traga ele pra dentro de sua rotina. Rapidinho você vai entender o que ele tem. Só querem se sentir nas nossas vidas. 

Em tempo 3: Tenho uma irmã psicóloga de crianças e jovens, uma das mais renomadas do mercado. Peço desculpas a ela e digo: o melhor para os nossos filhos é a nossa harmonia. Pais em harmonia, crianças saudáveis mentalmente. Eles refletem a bagunça que somos. Não conseguiremos, nem com o dinhieiro e conforto do mundo inteiro, deixar nossos meninos e meninas felizes. Tem que estar dentro da rotina deles.

Em tempo 4: Estou sem dormir com a notícia da morte do garoto Lucas. Não tive coragem de ligar para César ainda. Deus esteja agarrado com ele agora. A dor é eterna e não há abraço ou palavra que conforte quem perde um filho. César, meu profundo sentimento, meu irmão. Quero estar com você na nossa tradicional pelada dos Neopolitanos, no final do ano. Esteja bem, fique bem. 

Em tempo 5: Conheço mais famosos depressivos do quê felizes com a fama que alcançaram. Segundo uma pesquisa, um em cada cinco youtuberes tem transtorno de ansiedade. Fonte: https://www.meioemensagem.com.br/home/marketing/2020/03/10/um-em-cinco-youtubers-sofre-de-transtorno-de-ansiedade.html

Em tempo 6: Vejam alguns famosos que sofrem com depressão: Jim Carrey, Mariana Ferrão, Bruna Marquesine, Demi Lovato, Winderson Nunes, entre outros. É isso que você quer pra sua vida?



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sargento da Marinha morre afogado em praia de Maceió

Fuzileiros Navais de Luto. Faleceu o Sargento Flávio Freitas

Fuzileiro Naval é encontrado morto dentro do quartel