Blog do Cyrillo

Surdolimpíadas: handebol feminino, comandado por um Potiguar, conquista bronze e faz história



Com informações de: 

https://gauchazh.clicrbs.com.br/ e https://www.serranossa.com.br/

A Seleção Brasileira Feminina de Handebol fez história na 24ª edição das Surdolimpíadas de Verão. Com uma imponente vitória de 24 a 15 sobre o Quênia, as meninas do Brasil conquistaram a primeira medalha da história da modalidade em uma competição olímpica. O Ginásio Poliesportivo da Universidade da cidade gaúcha de Caxias do Sul recebeu grande público que apoiou a equipe do início ao fim.

O começo da partida foi bem equilibrado e, até os cinco primeiros minutos, as quenianas estavam na frente. A partir dos 10 minutos, o Brasil se acertou em quadra e fez valer a superioridade técnica e física. O Quênia tentou reagir no início da segunda etapa, mas as brasileiras conseguiram manter boa vantagem e confirmaram a vitória nos 10 minutos finais.

Artilheira do Brasil na competição, a atleta Fernanda Caporal falou da emoção pela conquista inédita. “Estou muito feliz por poder conquistar essa medalha. Comecei no esporte aos 9 anos e essa vitória representa muito pra mim. Só tenho que agradecer minha família, minha equipe da CBDS, meus amigos, a equipe de handebol de ouvintes da minha cidade e a minha faculdade.”

Com medalha de bronze no handebol e no futebol feminino, já que o Japão desistiu de competir, o Brasil chegou a seis bronzes no total no quadro geral de medalhas, superando as cinco medalhas conquistadas na Surdolimpíada de 2017, na Turquia.

O TREINADOR É POTIGUAR

Flávio Tinoco, um dos ícones da modalidade no Brasil, treinador recordista de conquistas nos Jern's, tanto no feminino como no masculino, foi o treinador da equipe brasileira na competição.

Natural do Rio Grande do Norte, o técnico já projeta a ida ao Mundial de handebol surdo que ocorre em julho do ano que vem, na Dinamarca. A ideia é repetir ou até melhorar o feito da última edição, quando a equipe terminou na terceira posição.

"A surdo olimpíadas é a segunda competição mais antiga e a terceira maior do mundo. O Brasil nunca tinha conquistado uma medalha e eu pude contribuir para esse feito. Esse bronze é a primeira medalha olímpica da modalidade na história", falou entusiasmado o treinador potiguar.

Flávio Tinoco, das quadras do Instituto Sagrada Família para o mundo. 
"É a primeira medalha do handebol brasileiro em olimpíadas!"






Cyrillo

Blogueiro político em busca de divulgar as verdades escondidas nos atos dos atores políticos.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem