Vídeo com balanço 2020 da DEICOR. Terror das organizações criminosas, a divisão comemora a redução dos crimes.

O Diretor da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado - DEICOR - Erick Gomes, juntamente com o Delegado Adjunto Luciano Augusto, divulgaram o balanço repressivo do ano de 2020.

Mesmo em um ano de pandemia, no que se refere às prisões, foram presos pelos policiais da Divisão 152 criminosos em todo o Estado do Rio Grande Norte, número recorde nos 16 anos da DEICOR, dos quais 70 envolvidos com roubos a bancos e ataques a carros-forte.

Quase 3 milhões em bens sequestrados, 102 prisões em flagrante delito, 46 armas, 370 kg de drogas e  270 mil reais em dinheiro vivo apreendidos em 2020.

A DEICOR deflagrou ao longo de 2020, 61 operações policiais, em 2019 foram deflagradas 46 operações, um aumento de 32,6%. Foram efetuadas 102 prisões em flagrante delito este ano, em 2019 foram 57, um aumento de 78,9%.

Foram cumpridos 106 mandados de prisão durante o ano de 2020, enquanto que em 2019 ocorreram o cumprimento de 53 mandados de prisão preventiva e/ou temporária, aumento de 100%. 

Paixão pelo combate ao crime organizado. Equipe frenquentemente tem feito treinamentos e reciclagens. É operacional até a alma!

Além das prisões, no decurso daquelas operações foram apreendidas este ano 46 (quarenta e seis) armas de fogo, uma a mais que o ano passado, das quais 14 foram de grosso calibre, sendo 01 fuzil, 10 espingardas calibre 12, uma submetralhadora 9mm, 02 espingarda 38, um rifle 44, dezenas de pistolas e revólveres, além de explosivos, cordel detonante e centenas de munições tiradas das mãos dos criminosos.

Os investigadores também apreenderam diversos entorpecentes ilícitos, tais como maconha, cocaína, crack e Skank, totalizando 320kg de drogas.

Foram apreendidos, durante às  operações da DEICOR, valores em espécie no total de R$ 270.000.00 (duzentos e setenta mil reais), e foram sequestrados bens avaliados em mais de R$ 2.500.000,00 (dois milhões e meio de reais).

No ano passado a DEICOR apreendeu 36 veículos, este ano foram apreendidos 64, um aumento de 77,7%.

No que diz respeito às ações criminosas em face das intituições financeiras, trazemos um comparativo entre os anos de 2018, 2019 e 2020.

Vídeo com os números do balanço 2020 da divisão de elite da PC-RN.

No ano de 2018 aconteceram 23 ataques a agências bancárias (na modalidade criminosa do "novo cangaço", onde ocorre o sitiamento da cidade invadida, a utilização de explosivos e o uso de armas de grosso calibre, como fuzil).

Já em 2019 esse número caiu para 07, apresentando uma redução de 70% nos ataques às agências bancárias. 

Durante o ano de 2020 houve 03 ataques na modalidade "novo cangaço", sendo um tentado e dois consumados, uma redução de 57%. Vale ressaltar que, nas duas ações os bandidos suntrairam 80 mil reais no total, e no decorrer das investigações todos os bandidos foram identificados, e alguns já foram presos. 

Essas ações são as que trazem mais riscos para a população e para os policiais, principalmente os do interior, onde essas ocorrências acontecem com mais frequência.

Com relação aos ataques a carros-forte, no ano passado aconteceram 5 ataques, já em 2020 não tivemos um único ataque, reduzindo em 100%. Acreditamos que essa redução se deu após às ações repressivas da DEICOR contra às organizações criminosas volta para esses tipos de crimes.

Às ações de corte (com uso de lanças de corte), no ano de 2018 foram registrados 25 ações, em 2019 registramos 10 ações, permanecendo em 2020 o mesmo número, 10 ações. Após a deflagração da operação "Mãos Malditas", que resultou na prisão de 8 integrantes de uma organização criminosa especializada em cortes a caixas eletrônicos, não foi registrada mais nenhuma ação, reduzindo em 100%.

Em 2019 foram instaurados 48 inquéritos policiais e 31 remetidos a justiça. Já em 2020 foram 59 inquéritos instaurados e 81 remetidos a justiça, um aumento de 22,9% instaurados  e de 161,9% remetidos.

Os delegados da Divisão expediram 140 ordens de serviços, sendo gerados 333 relatórios policiais.

Os policiais da DEICOR (Delegados, Agentes e Escrivães) reafirmam o compromisso com a sociedade de trabalhar ainda mais no ano vindouro, com o objetivo de combater o crime organizado, desejando a todos um Feliz Natal e um próspero Ano Novo.

"Para combater o crime, a qualquer hora e em qualquer lugar, DEICOR!!!"

CARCARÁ SEMPRE!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sargento da Marinha morre afogado em praia de Maceió

Fuzileiros Navais de Luto. Faleceu o Sargento Flávio Freitas

Fuzileiro Naval é encontrado morto dentro do quartel