Se Nina será a indicação de Carlos Eduardo para vice de Álvaro, por que o prefeito a mantém distante?

Estranho para os que acompanham a cena dessas eleições é o prefeito mantendo distância da vereadora Nina Souza.

É sabido pelos quatro cantos dos palácios Padre Miguelinho e Felipe Camarão que a indicada para vice, na chapa do prefeito, pelo ex-prefeito Carlos Eduardo é a carismática vereadora.

Carlos Eduardo já afirmou que se ele indicar o vice de Álvaro, Nina será seu nome.

Nina destacou-se pela fidelidade que manteve a Carlos Eduardo. Ela "foi a candidata" a deputada estadual dele.  Trocou uma eleição certa na chapa do PTC, atendeu ao chamado de Carlos e se filiou ao PDT. 

Quase consegue uma cadeira na assembleia. Faltou mais dedicação de CE. 

O estranho é o proposital afastamento que Álvaro mantém de Nina. Parece que ele quer justificar, um pouco mais na frente, que a vice de Carlos Eduardo é "distante" dele.

Álvaro precisa "jogar luz" nas suas relações. Vive tropeçando no próprio pé. Renove seus assessores, Dias, eles vivem a lhe atrapalhar.

Outro dia, na câmara municipal, assisti pessoalmente a defesa que Nina fez do prefeito depois de um forte e mal educado ataque que o vereador de Beto Rosado, Cícero Bozo Martins fez.

Nina defendeu o prefeito da acusação de deixar a saúde do município um caos e estar investindo milhões em shows e na iluminação natalina. 

Ela deu uma aula de realidade, apontou os números gerados pelos eventos na cidade e calou o brabão, acostumado a ganhar no grito dos seus pares.

Nina tem feito a melhor defesa do prefeito na câmara. Cícero "trancou" a cara e engoliu no seco.

Qual é o jogo de Álvaro? Por que recebe diariamente, com toda pompa e cordialidade, vereadores da oposição e mantém, de propósito, essa distância toda da indicada de seu principal eleitor?

No episódio recente dos Centros Desportivos, estive lá no palácio e  presenciei Álvaro tentar cancelar a reunião com os dirigentes e com a vereadora. Ela teve que forçar a porta e ele posou para foto em pleno corredor. Uma desfeita com Nina. 

Eu, que não tenho nada a ver, fiquei envergonhado. Desci e não quis participar daquela cena lamentável.

Em tempo: Álvaro disse recentemente a um casal que o visitou, que o vice-prefeito da sua chapa seria INDICADO POR ELE. Disse que não devia essa vaga a ninguém.

Em tempo 2: Carlos Eduardo será mais castigado do que já foi? Carlos já foi preterido pelo PDT nacional num episódio em que ele tentou desfiliar um vereador que o traiu. A força do prefeito, mesmo sem se revelar, fez a diferença na decisão do presidente nacional da legenda.

Em tempo 3: Carlos, Hermano está com a chama acesa e lhe espera de braços abertos. Saia de perto de quem não lhe respeita, homem.

Em tempo 4: Agnelo Alves estando vivo, há muito tempo lhe teria afastado dessa muvuca. Cheiro de traição se sente de muito longe. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEMSUR. Feiras livres voltarão a funcionar nesse final de semana

Vereador de Extremoz chama diretora de escola para "trocar balas".

Fuzileiros Navais de Luto. Faleceu o Sargento Flávio Freitas