Pequeno Dias foi "mafiado" no seu reduto eleitoral. Quem terá sido?

O maior defensor e divulgador da gestão Álvaro Dias, o "grande" Pequeno da Esperança, foi vetado por alguma força fantasma durante a entrega das obras da quadra de esportes da Avenida Paraíba, na Cidade da Esperança.

Pequeno entregando material esportivo ao presidente do CDCE, Sargento Castilho.

Pequeno estava inscrito pelo cerimonial do prefeito para falar aos seus amigos desportistas. Estranhamente o nome dele foi retirado da relação e somente falou o vereador e presidente da câmara Paulinho Freire, o presidente da FECOMERCIO, Marcelo Queiroz e o prefeito Álvaro Dias.

Recebi uma chuva de reclamações pelo WhatsApp e resolvi ser solidário ao "grande" Pequeno.


Pequeno na espera para falar como estava previsto...

É sabido por todos os desportistas do bairro que foi através de um ofício  e prestígio dele que os olhos da prefeitura bateram no equipamento. Há mais de duas décadas que a quadra da antiga pista de bicicross não recebia uma pintura sequer. Pequeno é o "pai da obra" e por isso merecia falar para os seus amigos desportistas. 


...Pequeno fora da foto na hora das falas. Quem terá tido força para tirá-lo do cerimonial? Quem? Ajudem o blogueiro!

A obra foi possível através de uma Emenda Impositiva do vereador Paulinho Freire, que destinou recursos para a SEL realizar a reforma do equipamento.

Pequeno recebeu o mesmo tratamento que Marcílio Baracho recebeu na entrega da quadra das Quintas. Vetaram a fala do "prefeito do bairro". E quase saiu tapa por trás do palco. 

Eu tenho falado e vou repetir: Álvaro, ajeite seu staff. Ninguém aguenta o amadorismo dessa equipe. Do gabinete ao cerimonial, dos secretários aos chefes de setor, é um show de erros com os aliados. Toda semana uma garfe sem tamanho e irreversível é cometida.

Pequeno merece desculpas, prefeito. Ele é da linha de frente e merecia respeito perante os seus amigos de bairro. 

Pequeno é pré candidato a vereador, está bem cotado e parece que isso gerou o boicote no evento de hoje. Ainda não se sabe quem tomou a decisão de corta-lo do cerimonial, mas quando descobrirem, quero nem está no Palácio Felipe Camarão para assistir às reações do baixinho. 

Fotos: Jornal "O Público" - Felipe Ridalvo. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEMSUR. Feiras livres voltarão a funcionar nesse final de semana

Vereador de Extremoz chama diretora de escola para "trocar balas".

Fuzileiros Navais de Luto. Faleceu o Sargento Flávio Freitas