Zé Reeira às escuras. Furto e vandalismo no Espaço Cultural

Vandalismo e furto das lâmpadas que compõem as luminárias do espaço Zé Reeira deixa o tradicional bar e restaurante às escuras.


Amigos foram tomar o tradicional "caldinho socialista" de final de tarde, acompanhado de uma "reiada" de cana e fizeram o registro.

Nem é culpa da SEMSUR, nem do governo com sua polícia ostensiva. A culpa é do crack, a droga que faz com quê cidadãos se transformem em zumbís e roubem até a própria vida.
Tudo escuro. Se as lâmpadas "dormirem" nas luminárias, não amanhecem uma no lugar. Fazer o quê?
Prejuízo monstro para o comércio do tradicional espaço gastronômico do Centro da Cidade. Zé Reeira está puto da vida.

Os "nóiados" roubam tudo. Começam a furtar em casa, são postos para fora e vão cometer furtos na rua. A cada dia o número de viciados nesse veneno em forma de pedra aumenta. É o mal desse século. 

E o tradicional Zé Reeira que não tem nada a ver com a fumaça que sai da lata e da marica dos "NÓIA's", perde a clientela por causa da escuridão. 
Não queira ter um parente ou amigo envolvido com essa desgraça. Acaba a vida da família inteira. "Deus, toma conta da alma desse povo".



Será que o comerciante terá que contratar vigilância noturna para não ter o ambiente prejudicado?


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sargento da Marinha morre afogado em praia de Maceió

Fuzileiro Naval é encontrado morto dentro do quartel

Faleceu Jonaldo Batista, ex-árbitro de futebol do RN