Plano Diretor de Natal avança e entra em sua fase final

Instrumento norteador das políticas urbanísticas da cidade, a revisão do Plano Diretor de Natal está alcançando as fases finais, antes do projeto ser enviado à Câmara Municipal para análise e votação. A Prefeitura, cumprindo as suas responsabilidades, trabalha para acelerar o processo, que está na segunda etapa da Conferência Final. Esta parte acontece em dois momentos, com a realização de intervenções, apresentação de propostas de alteração da minuta da lei pelos delegados e pode ser acompanhada pelo canal do YouTube do PDN (http://bitly.com/youtubepdn), das 9h às 13h e das 14h às 17h.



Já fizeram as suas intervenções os segmentos dos empresários e do Poder Público. Nesta quarta-feira (19), participam os delegados das Organizações Não Governamentais (ONGs) e os trabalhadores dos movimentos sindicais. Por fim, na quinta-feira (20), o segmento acadêmico e representantes dos movimentos populares terão a chance de explanarem seus relatórios.

Segundo o Conselho da Cidade (Concidade), a segunda etapa consiste de intervenções orais, apresentações e defesas das propostas aos 119 delegados, que estarão reunidos em plenárias virtuais até esta sexta, dia 21.  Já na próxima semana, nos dias 24 a 26 de maio, a segunda etapa será finalizada com o envio das propostas de cada segmento pelos relatores. A população também pode acompanhar as discussões por meio das lives transmitidas no canal do Plano Diretor de Natal, no YouTube. 

A terceira e última etapa da conferência será a votação da minuta, que está prevista de 14 a 16 de junho. Para mais informações do processo de revisão, acompanhe o site do PDN no endereço planodiretor.natal.rn.gov.br ou pelo Instagram @planodiretornatal.

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, elegeu a revisão do processo do Plano Diretor como uma das grandes prioridades da sua gestão, pois entende que o Município precisa dispor de mecanismos geradores de desenvolvimento sustentável e de progresso para a cidade. Em sua visão, o atual ordenamento urbanístico ajudou a frear esse movimento, deixando a capital potiguar para trás em relação a outras cidades da região.

“A revisão do Plano Diretor precisa ser feita, com vistas a modernizarmos a nossa legislação para atrair investimentos, estimular as pessoas a ficarem em Natal e criar as diretrizes para fazer com que a cidade cresça e se volte para o futuro”, aponta Álvaro, ressaltando ainda que o processo de atualização do PDN é o mais democrático e participativo de toda a história da cidade. “Ninguém pode negar que, desde quando iniciamos o processo, pautamos nosso trabalho na transparência, conclamando toda a sociedade a participar. Não abrimos mão desses princípios e fico feliz por termos conseguido proporcionar esse grau de envolvimento dos segmentos envolvidos. Ao final de todo o processo, a cidade é que vai sair ganhando”.

O gestor municipal lembra também que, antes da finalização do projeto de revisão, a Prefeitura tem adotado iniciativas voltadas à geração de progresso e atração de oportunidades de negócios, em consonância com as principais iniciativas urbanas implementadas pelo mundo. Destaque para a criação das ruas exclusivas para pedestres, com a urbanização do Beco da Lama e do Espaço Cultural Ruy Pereira, seguindo o conceito de que as cidades são para as pessoas e não para os veículos. Outras ações de relevo nesse sentido são a implementação e ampliação do plano cicloviário e o projeto Planta Natal.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sargento da Marinha morre afogado em praia de Maceió

Fuzileiros Navais de Luto. Faleceu o Sargento Flávio Freitas

Por partido. Pesquisa CONSULT pra vereador de Natal.