Sindicalista é vacinada mesmo sem estar na linha de frente e causa indignação nas redes sociais

Bate boca gigante nas redes sociais da sindicalista Soraya Godeiro. Ela recebeu a vacina e foi questionada pelos internautas.

Soraia é sindicalista há umas 5 décadas - ironia - e foi vacinada esses dias. Na publicação dela nas redes sociais os comentários são pesadíssimos. 

Os aposentados da saúde estão querendo sair da casa para as filas de vacinação. Será que também pode? Tenho um amigo de 50 anos que é da saúde do município e está cedido a secretaria de esporte. Ele também pode?


Soraya não atua em hospitais, não está na linha de frente do COVID-19, é nutricionista e CEDIDA ao sindicato da sua categoria.

Segundo a sindicalista, respondendo às dezenas de críticas que recebeu, ela afirma que a NORMA TÉCNICA da Secretaria de Saúde do Município lhe garante o direito.

De quinta (25) até domingo (28) os profissionais de saúde que ainda não receberam a primeira dose estão autorizados a receberem a vacina.

Soraya fez questão de politizar a sua postagem. Já começa provocando o 'povo do Bozo'. Queria o quê, amiga?


O questionamento é: QUEM NÃO ESTÁ ATUANDO NO COMBATE AO COVID DEVE SER VACINADO? 

Se positivo for sua opinião, não achas também que os SERVIDORES APOSENTADOS DA SAÚDE deveriam receber a vacina?

Soraya publicou nos comentários da sua postagem essa "nota informativa":

"Bom dia, atenção para obediência ao quadro da nota informativa:

23 a 24/03:

 ✅MÉDICOS

✅ENFERMEIROS

✅TÉCNICOS DE 

ENFERMAGEM

✅FISIOTERAPEUTAS

✅ PROFISSIONAIS DE SERVIÇOS DE AMBULÂNCIA

25 A 28/03

✅ DEMAIS PROFISSIONAIS DE SAÚDE COM CONSELHO

29 A 31/03:

✅TODOS OS DEMAIS TRABALHADORES DE SAÚDE. (Lotados em Hospitais e clínicas públicas e privadas portando escalas comprobatórias)  Técnicos de laboratório, TEC. Imagens, TEC. Saúde Bucal, cuidadores com curso comprovado, trabalhadores de serviços funerários, maqueiros, ASG, copeiros, doulas, parteiras, recepcionistas, seguranças, ascensoristas, trabalhadores de instituições de longa permanências,agentes de endemias, agentes comunitários,trabalhadores de UBSs, equipes de vacinação envolvidos na vacinação."

Se a sindicalista atua fora das unidades de saúde, por que receber a vacina na frente de idosos, por exemplo?

Se a sindicalista é nutricionista e servidora da saúde, mas não atua nos hospitais e em nenhuma outra unidade de saúde que esteja lidando com pacientes com COVID, seria ético receber a vacina na frente de um idoso de 70 anos de idade?

Eu, no lugar dela, não teria ido para a fila de vacinação. 

Eu tempo: A cada minuto cresce o número de críticas no FACEBOOK da sindicalista. 

Em tempo 2: Ela poderia ter programado melhor seu final de semana. Será um desassossego, amiga.

Em tempo 3: Soraia é minha vizinha de bairro e lhe tenho muito apreço e respeito pelas lutas que ela têm travado na defesa da sua categoria, mas dessa vez PISOU NA BOLA.

Em tempo 4: Li a explicação da sindicalista e não achei onde autoriza vacinar profissionais de saúde "cedidos à outros orgãos". 

Em tempo 5: Alguém me ajuda a achar?

Em tempo 6: Quem já viu a atuação sagaz de Soraya pra criticar qualquer ato que ela considera anti-ético e lhe viu tomando a vacina, apesar de não ser do grupo prioritário, deve estar decepcionado com a grande COMBATENTE DO FASCISMO. 



Comentários

Soraya sendo Soraya, nada mais
te liga natal disse…
O FATO É QUE NÃO HA PREVISÃO PARA QUEM É DA SAÚDE E ESTEJA CEDIDO A OUTRO ÓRGÃO.
O FATO É QUE EXISTE MEDIDA LIMINAR SUSPENDENDO AS ELEIÇÕES SINDICAIS COM BASE NA PANDEMIA JUSTIFICADO PELO CUIDADO NA PROTEÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS.
O FATO É QUE PODE SER ATÉ LEGAL MAS CHEGA A SER IMORAL E UMA FALTA DE RESPEITO COM UM UNIVERSO DE FUNCIONÁRIOS AFASTADOS PERTENCENTES A SAÚDE E QUE ESTÃO ESPERANDO SUA VEZ.
MAS A PERGUNTA É: FOI LEGAL?SE FOI TUDO BEM... SO RESTA A TODOS DA ÁREA DA SAÚDE, APOSENTADOS OU NÃO TOMAREM A VACINA.
PORÉM, NADA MAIS APROPRIADO QUE O MINISTÉRIO PÚBLICO PARA QUESTIONAR A LEGALIDADE OU NÃO DO ATO NAS VIAS LEGAIS.
Off disse…
Pelo q sei essa cidadã não atua em nenhuma escala de serviço da área de saúde, há muito tempo vem se mantendo no poder junto a gestão do SINSENAT. Se essa atitude egocêntrica de fato for real, é um desrespeito ao público prioritário, idosos e aos profissionais que de fato se encontram na linha de frente no enfrentamento ao covid.

Postagens mais visitadas deste blog

Sargento da Marinha morre afogado em praia de Maceió

Fuzileiros Navais de Luto. Faleceu o Sargento Flávio Freitas

É hoje. Prefeito de Ceará Mirim vai à Barra de Maxaranguape bater na cara do prefeito Luiz Eduardo