Fera do handebol e futebol, morreu Flávio Jorge, 'Jorjão Paredão'. Desportista, Americano e Ex-aluno Salesiano

Nota dos amigos do Salemany.

É com profundo pesar que comunicamos o falecimento do nosso goleiro e querido amigo, Flavio Jorge de Lucena Dantas, na tarde desta terça-feira.

Jorjão, como era carinhosamente chamado pelos amigos e companheiros do Salemany, apesar das lutas diárias pela vida, sempre nos orgulhou com sua confiança, fé e muita presença de espírito.

Jorjão, sua partida nos deixará órfãos da sua alegria e do seu grande carisma. Que Deus te receba de braços abertos, amigo. Um dia nos encontraremos novamente.

Amigos do Salesiano.


Atleta escolar de handebol e futebol, Jorjão era apaixonado pelas duas modalidades.

Tive a honra de compartilhar ao seu lado, das duas paixões. Fomos contemporâneos no handebol, ele pelo Salesiano e eu pelo Sagrada Família e ETFRN. Com a bola na mão, Jorge era conhecido como "Pateta", com seu jeitão desengonçado, Jorge era o melhor da sua categoria. 


No timaço do SALEMANY , Jorjão era o líder natural. Orientava a zaga com altivez de um capitão. Saudades eternas, meu goleirão.

No futebol, nosso reencontro foi na copa de Futebol Master de Ex-alunos, idealizada por mim e mais 8 colégios. Nossa primeira copa foi em 2016, com a participação de 8 equipes e Jorjão já estava la. 

Em 2018, na semifinal da 4ª Taça Ex-alunos, Jorjão foi expulso por causa de uma bobagem ao final da partida. O árbitro claramente exagerou no cartão vermelho e o deixou fora da final. Foi uma "latumia" sem tamanho. Apelou até para o STJD - risos. 

Um grande amigo. É ponto pacífico entre todos os que conviveram com ele.

No handebol, Flávio jogou no Sagrada Família de 1981/83 sob o comando de Jandir Smith, já no Salesiano, Jorjão foi atleta de Maurício Maeterlinck, de 1984 até o fim do ensino médio. Acabei de ligar para o professor. Foi pego de surpresa e se emocionou. "Uma pena. Mais uma perda nesse período triste de pandemia. Flávio "Patetinha" Lucena. Seguiu a tradição da família e tal qual o irmão, Silvio "Pateta" Lucena, foi um ótimo goleiro de handebol. Foi meu atleta por alguns anos no Salesiano e nas seleções estaduais. Torcedor fanático do América, por vezes nos encontrávamos e falamos sobre futebol, sobre nosso tempo de convivência técnico/atleta, sobre o Mecão. Uma grande perda. Vai fazer falta. Que Deus o receba na eterna morada e conforte a todos da família. Descanse em paz, Flávio", disse Maurício Maeterlinck.

Paixão que não tinha idade. Me confidenciou certa vez: "só deixarei de jogar bola, quando não me aguentar mais em pé", disse em um dos nossos últimos encontros, pra variar, num campo de futebol.

Comentários

Lília Sá disse…
Triste a perda de um Amigo, estudei no Salesiano com ele !Meus Sentimentos,
Lília Sá
Unknown disse…
Deus conforte toda a família.
"Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda."(2 Timóteo 4:7-8)

Postagens mais visitadas deste blog

SEMSUR. Feiras livres voltarão a funcionar nesse final de semana

Vereador de Extremoz chama diretora de escola para "trocar balas".

Fuzileiros Navais de Luto. Faleceu o Sargento Flávio Freitas